O que é um resistor variável?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

 

 

Essa peça tão importante chamada resistir variável dispõe da possibilidade de ser moldado em valor pretendido, dentro de uma faixa particular. Ele pode ser acionado no interior de um circuito por duas maneiras, assim quando for acionado em um circuito de maneira com que muda a corrente, recebe o nome de reostato.

 

Um resistor variável pode ser ajustado para qualquer valor desejado, dentro de sua faixa. Pode ser ligado dentro de um circuito de duas formas. Quando um resistor variável for ligado num circuito de forma que varia a corrente, é chamado reostato. Quando um resistor variável é ligado para variar uma tensão, é chamado potenciômetro. O mesmo tipo de resistor variável pode ser usado para ambas as aplicações

 

Quando ele é acionado para mudar sua tensão, pode ser chamado de denominação de potenciômetro. Esse mesmo modelo de resistor pode ser muito bem utilizado para as duas operações de forma muito bem sucedida.

 

Dados técnicos

 

Basicamente, um resistor variável fica ligado através de uma série a um medidor com o objetivo de calcular o fluxo de uma corrente. Quando o braço do resistor variável, que acaba por ser apontado por uma seta que consta no símbolo, for movido para um outro nível A, toda a resistência que se encontra no ponto de R1 se encontra no circuito e também na corrente, sendo que o seu nível neste momento se encontra em estágio mínimo.

 

Assim, conforme acontece seu  deslocamento do braço para um outro local em referência ao ponto B, os valores permanentemente inferiores de resistência do resistor variável passam a ser inseridos dentro do circuito, de maneira que apenas a corrente tenha a capacidade de aumentar. Portanto, quando o braço fica no ponto B exatamente, não existe nenhum resquício de resistência dentro do circuito.


Deixe seu Comentário.


Comentário

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×